Please use this identifier to cite or link to this item: http://localhost:8080/handle/123456789/492
Title: Rumo a uma nova percepção dos riscos nucleares no Brasil: questões estratégicas e implicações políticas.
Authors: Cabral, Anya Dantas
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação trata da evolução da percepção dos riscos envolvidos com a exploração da energia nuclear no Brasil. Começa por situar a formação da produção da energia nuclear com seus determinantes bélicos e seu papel estratégico para as nações mais poderosas. Em decorrência do quadro internacional do controle da produção e dos usos da energia nuclear examina as condições de dependência sob as quais tem operado o Brasil. Destaca a importância do desenvolvimento dos usos pacíficos que se tornam parâmetros da política nuclear brasileira. O Brasil tem uma posição favorável por dispor de reservas. A posição do Brasil hoje revela a necessidade de superar suposta vocação primário exportadora e de alcançar novas condições de adequação institucional. Este estudo permite ver como o reconhecimento dos riscos continua sendo manejado como um problema técnico que não chega a alterar as opções estratégicas da política nuclear. Além do aumento exponencial dos riscos físicos que viriam com a expansão da produção, há crescentes riscos estratégicos identificados com dependência tecnológica e de interesses de empresas.
Abstract: This study deals with the evolution of risk perception brought about by nuclear production. It starts by placing the military grounds of nuclear production with its strategic meaning for the more powerful nations. Given the international framework of control of production and uses of nuclear power, this research appraises the dependence conditions of Brazilian operation. It also enhances the importance of pacific uses as a reference of Brazilian policy. This country has a favorable position as for reserves. But it has to overcome the presumed vocation to export primary goods and reach new institutional conditions. However, this research allows to see that risks dealt with as a technical issue not changing the strategic options as nuclear policy. Beyond the exponential increase of physical risks coming from production expansion there are greater strategic risks on technological dependence and private interests
Keywords: Política nuclear
Energia nuclear
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/123456789/492
Issue Date: 2012
Appears in Collections:CAHL - Dissertações

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAO_ Anya Dantas Cabral_2012.pdf1,3 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.